Fernando de Noronha: 5 dicas para conhecer o paraíso brasileiro!

Fernando de Noronha: 5 dicas para conhecer o paraíso brasileiro!

Fernando de Noronha está entre os destinos nacionais mais populares, principalmente pela considerável concentração de artistas que adotaram o local como favorito para relaxar e curtir em família ou amigos.

É um arquipélago vulcânico em Pernambuco, situado a cerca de 350 km ao largo da costa nordeste do Brasil e a 500 km de sua capital, Recife. Carrega consigo o nome de uma de suas maiores ilhas, e conta com um parque marinho, além de um Santuário Ecológico protegido.

Leia também:

Viagem para a Disney: confira 05 dicas essenciais para a trip!
Roteiro de Viagem: confira 08 dicas para se preparar!
Viagem para Paris: confira algumas informações sobre a capital!  

Definitivamente, as características da ilha despertam a curiosidade de quem nunca visitou, além da vontade de repetir em quem já foi.

Por isso, a fim de tirar algumas dúvidas a respeito do local e sobre a viagem em si, a Quick Brasil preparou esse post. Confira!

#1 – Fernando de Noronha: taxa de permanência na ilha

Reforçamos que Fernando de Noronha é uma área de proteção ambiental e, nesse sentido, é necessário realizar o pagamento de uma taxa. Sim, ainda que isso pareça estranho – e é por isso que não é difícil de ouvir por aí que é um dos destinos mais caros do Brasil. Ou seja, é preciso se preparar financeiramente para visitar a ilha!

A taxa de preservação ambiental é paga por dia de permanência na ilha. De acordo com informações do Portal G1, essa taxa teve um reajuste de 3,27% em relação ao Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) do último ano.

Ou seja, a partir de 1º de janeiro de 2020, de R$ 73,52, a taxa passou a custar R$ 75,92. Estes tributos podem ser pagos pela internet ou no próprio aeroporto de Fernando de Noronha.

Ainda segundo informações do G1, em 2018, a ilha recebeu 103.548 visitantes e arrecadou cerca de R$ 35.363 milhões!

#2 – Compra de ingressos para determinadas áreas

Fernando de Noronha - Parque Nacional Marinho
Fernando de Noronha – Parque Nacional Marinho

Ainda falando sobre custos, é importante saber que para visitar algumas áreas do Parque Nacional Marinho Fernando de Noronha (PARNAMAR), é preciso comprar um ingresso que tem duração de 10 dias. Atualmente, o valor é de R$ 111,00 para brasileiros, e R$ 222,00 para estrangeiros, conforme determina a Portaria ICMBio nº 547/2019.

Estes ingressos estão disponíveis na internet e em alguns pontos da ilha.

A visita contempla lugares superinteressantes, como as praias do Sancho e Sueste, além de dar acesso às trilhas do Atalaia e Capim-Açu.

#3 – Pousadas em Fernando de Noronha

Pousadas em Fernando de Noronha
Pousadas em Fernando de Noronha

A ilha conta com uma grande variedade de hospedagens. Só para ilustrar, adiantamos que basicamente há três tipos de pousadas na ilha:

  • Familiares – pequenas, simples, mas muito bem cuidadas pelos próprios moradores da ilha;
  • Hospedagens de nível intermediário – geralmente, um pouco maiores e localizadas perto de ‘minicentros’;
  • Pousadas luxuosas – com uma estrutura mais complexa, e que exige um maior poder aquisitivo.

Entretanto, ainda que você opte por uma pousada familiar a fim de gastar menos, é imprescindível que você realize as reservas com antecedência, pois nada por lá é superbarato, principalmente quando nos referimos à alta temporada.

#4 – Restaurantes na ilha

Restaurantes em Fernando de Noronha
Restaurantes em Fernando de Noronha

Um item essencial é a alimentação, claro. Salvo que os restaurantes também não costumam ser uma pechincha, mesmo para os nativos que não procuram nada muito ‘chique’.

Por outro lado, os peixes e outros frutos do mar são encontrados ‘a rodo’ e estão praticamente sempre frescos. Há muitos estabelecimentos de excelente qualidade, mas hoje destacamos três muito bons:

  • Varanda;
  • Mergulhão;
  • Pousada do Vale.

#5 – Faça um roteiro de viagem

Para desfrutar sua ida à Fernando de Noronha ao máximo, recomendamos que você elabore um roteiro de viagem com todos os lugares e atrações que deseja visitar. Dessa forma, ainda que você mude uma rota ou outra e descubra novos lugares, vai voltar para sua cidade com a sensação de que realizou tudo e mais um pouco! Confira abaixo algumas das nossas indicações:

  • Praia do Meio, da Conceição e do Porto;
  • Baía dos Golfinhos;
  • Baía dos Porcos;
  • Ilhatour;
  • Vila dos Remédios;
  • Passeios de barco;

Vale super a pena pesquisar sobre cada um desses itens para inserir no seu roteiro.

Anotou todas as dicas? Então já pesquise sobre as passagens, reservas e #noronhe-se!

E para continuar desfrutando de conteúdos de viagem de qualidade, fique ligado(a) aqui no blog da Quick!

Postado em: maio 11, 2020

Achou útil? Compartilhe com outras pessoas
Comentários:
WhatsApp chat