Saiba mais sobre voo atrasado, cancelado, perda de conexão ou overbooking

Números de cancelamento de voo e atrasos Brasil: Panorama anual

Números de cancelamento de voo e atrasos Brasil: Panorama anual

A Infraero é uma empresa pública nacional, ativa desde 31 de maio de 1973, e que está entre as três maiores operadoras aeroportuárias do mundo. 

Além dos 59 aeroportos que opera no Brasil, a Infraero é sócia – com 49% de participação – dos aeroportos de Brasília, no Distrito Federal, Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, Confins, em Minas Gerais e Galeão, no Rio de Janeiro.

A empresa destaca que se responsabiliza pelo transporte de mais de 100 milhões de passageiros ao ano, representando cerca de 60% do movimento aéreo no país. 

Ainda, em seu site oficial, disponibiliza, por meio de relatórios e tabelas preenchidas em tempo real, os números relativos aos movimentos operacionais, aos atrasos e cancelamentos de voo ocorridos nos aeroportos que opera.

Com o objetivo de ajudar o consumidor a compreender o atual cenário da aviação nacional, a QuickBrasil apresenta, abaixo, a coleta de dados estatísticos referentes aos movimentos operacionais, atrasos e cancelamentos de voos ora mencionados.

Anuário Estatístico Operacional: os índices do ano de 2018

Anuário Estatístico Operacional: os índices do ano de 2018

A Infraero disponibiliza aos consumidores e pesquisadores Anuários Estatísticos Operacionais oficiais. 

O intuito do Anuário Estatístico Operacional é a constituição de um acervo de dados estatísticos para possibilitar ao usuário o acesso às informações dos movimentos operacionais de todos os aeroportos administrados pela Infraero a cada ano.

Sobre a metodologia de pesquisa, o próprio Anuário Estatístico Operacional de 2016 define que “Os dados apresentados são obtidos através de formulários próprios preenchidos pelas Companhias Aéreas, os chamados RPE (Relatório de Passageiros Embarcados) e enviados, por meio eletrônico ou não, a cada aeroporto da rede Infraero. Em seguida, esses dados são tratados e armazenados em um banco único na Sede.”

Para melhor compreensão dos dados demonstrados, deverão ser esclarecidas algumas nomenclaturas. 

O Transporte Regular é o voo realizado com a existência de HOTRAN – Hora de Transporte, assim definido pelo órgão regulador; já o Transporte Não Regular é o voo comercial realizado por qualquer aeronave sem a existência de HOTRAN.

De acordo com o último documento publicado, os dados de movimento operacional de toda a Rede Infraero de 2018, quando comparados aos de 2017, apresentaram crescimento de 1,29% em relação ao movimento das aeronaves e aumento de 2,49% quanto ao movimento de passageiros.

Movimento anual de aeronaves

Nesta tabela, constam os resultados dos movimentos anuais de aeronaves de acordo com os últimos cinco Anuários Estatísticos Operacionais:

Movimento Anual de Aeronaves

(Pousos + Decolagens)

AnoRegularNão regularTotalVar.% Anual
DomésticoInternacionalDomésticoInternacionalExecutiva/ Geral
2014792.9199.449273.7572.627545.1221.623.874
2015796.5399.585214.6362.023467.5711.490.354-8,22
2016703.4447.675178.1061.665405.6651.296.555-13,00
2017686.4917.846165.7771.693411.1581.272.965-1,82
2018698.76910.977170.1611.439408.0571.289.4031,29

 

Movimento anual de passageiros

Na tabela abaixo, é possível observar a movimentação anual de passageiros nos aeroportos operados pela Infraero:

 

Movimento Anual de Passageiros

(Embarcados + Desembarcados)

AnoRegularNão regularTotalVar.% Anual
DomésticoInternacionalDomésticoInternacionalExecutiva/ Geral
201479.986.077842.5062.283.28838.7931.068.43184.219.095
201580.048.291785.1382.123.44335.751986.21483.978.837-0,29
201675.784.906613.9392.231.19223.516890.88179.544.434-5,28
201778.034.448731.8562.696.32038.267866.29482.367.1853,55
201880.666.9161.108.4491.845.90713.284783.41184.471.9672,49

 

O relatório oficial de agosto de 2019

Conforme o último relatório de movimentos operacionais apresentado pela Infraero, referente ao mês de agosto de 2019, observa-se:

DiscriminaçãoPousos no mêsPousos no anoDecolagens no mêsDecolagens no anoPou+Dec. no mêsPou+Dec. no ano
Infraero51,750410,65651,721410,562103,471821,218
Transporte Regular28,739231,42328,782232,23057,521463,653
Voo Doméstico28,321228,22528,354229,01856,675457,143
Nacional27,567222,40527,635223,10555,202445,510
Regional7545,8207195,9131,47311,733
Voo Internacional4183,1984283,2128466,410
Transporte não regular23,011179,23322,939178,33245,950357,565
Voo Doméstico22,646177,16522,570176,25445,216353,419
Voo Internacional3652,0683692,0787344,146

 

Atrasos e cancelamentos: dados referentes ao mês de abril de 2019 (Infraero)

Atrasos e cancelamentos: dados referentes ao mês de abril de 2019 (Infraero)

Na página “Situação dos voos”, do site oficial da Infraero, a empresa fornece relatório atualizado a cada hora sobre atrasos e cancelamentos registrados nas operações programadas nos aeroportos da Rede Infraero e dos concedidos de Brasília (DF) e Rio de Janeiro/Galeão (RJ). 

Registra-se que os dados relativos ao aeroporto de Campinas (SP), Guarulhos (SP), Belo Horizonte/Tancredo Neves (MG) e São Gonçalo do Amarante (RN) devem ser consultados junto às suas respectivas operadoras.

Para uma melhor compreensão dos números apresentados, define-se que o total de voos programados, atrasados e cancelados está compreendido entre o período de 00:00h às 23:00h da data em questão. 

Já os voos classificados como atrasados no momento são compreendidos entre às 22h e 23h daquele dia observado.

Os números de abril de 2019

No dia 29 de abril de 2019 foram registrados diversos atrasos e cancelamentos de voos das companhias aéreas no Brasil.

Nesse período analisado, foram divulgados dados que mostram a dificuldade que muitos consumidores têm de chegar ao seu destino e cumprir com seus compromissos:

  • Dos 283 voos programados pela Gol para o dia 29 de abril, 101 saíram com atraso (35,69%). Além disso, foram cancelados 34 voos (12,01%);
  • Pela Latam Airlines, no mesmo dia, 261 voos estavam programados. Desses, 31 saíram atrasados (11,88%) e quatro foram cancelados (1,53%);
  • Na Avianca haviam 45 voos programados para o mesmo dia. Desses 45 voos, 17 foram cancelados (37,78%) e 11 sofreram atraso (24,44%);
  • A Azul não ficou de fora dessa lista. Foram 247 voos programados, com 39 atrasos (15,79%) e 14 cancelamentos (5,67%).

Contudo, percebe-se, por óbvio, em virtude dos altos índices de embarques e desembarques, pousos e decolagens aqui demonstrados, que a Rede Infraero movimenta grande número de passageiros e aeronaves. 

Considerando a movimentação operacional aqui descrita, uma vez relacionada aos dados colhidos sobre atrasos e cancelamentos de voo, é possível visualizar a grande possibilidade de dano à qual os passageiros estão expostos.

Tendo em mente o total de voos analisados e se tratando de sérios danos acarretados à esfera privada de cada passageiro, referidas porcentagens causam verdadeiro desapontamento ao consumidor. 

Este, ao necessitar utilizar serviço de transporte aéreo, fica à mercê de serviços prestados abaixo dos níveis recomendados de qualidade então oferecidos pelas empresas aéreas.

O que essas estatísticas significam?

Estas estatísticas aqui demonstradas, quando aplicadas ao total de voos operados pela Infraero, atingem o real potencial de uma atividade aeroportuária gerar dano ao passageiro. 

Os dados deixam claro o grande número de atividades ocorridas em determinados espaços de tempo. 

Em cada decolagem ou pouso há a possibilidade de ocorrer um grave dano ao consumidor, seja:

Inclusive, em cada situação mencionada acima, caberá à empresa aérea o dever de indenizar. 

A transportadora responde pelos prejuízos causados ao consumidor em face do exercício de sua atividade que objetiva o lucro, consolidando-se, assim, a aplicação da Teoria do Risco da Atividade, nos termos previstos pelo nosso ordenamento jurídico.

Por fim, nada se mostra mais importante que um consumidor bem informado sobre seus direitos e possibilidades de ocorrência de dano relacionados ao serviço que contrata e utiliza.

Como a QuickBrasil pode te ajudar?

Como a QuickBrasil pode te ajudar?

A QuickBrasil surgiu da necessidade de auxiliar passageiros que sofreram algum tipo de dano, através de atrasos ou cancelamentos de voo.

A empresa trabalha de um jeito diferenciado, se comparada às outras alternativas do mercado: ela quer reduzir o tempo do cliente lidando com burocracias, através da “compra” do caso dele.

Como isso funciona?

Simples: se você possui um atraso ou cancelamento de voo passível de indenização, mas não tem tempo nem disposição para lidar com as burocracias de todo esse processo, a Quick compra o seu caso e te paga por ele.

Dessa forma, você recebe rapidamente um valor pela situação, sem precisar enfrentar processos judiciais.

Para entender melhor como a Quick funciona, assista ao vídeo:

 

Quer reclamar sobre atrasos ou cancelamentos sofridos nos últimos cinco anos? 

Entre em contato conosco e descubra quais são as melhores alternativas para você, como proceder e qual a documentação necessária.

Postado em: agosto 5, 2017

Achou útil? Compartilhe com outras pessoas
Leia também:
Comentários:
WhatsApp chat