Panorama dos atrasos e cancelamentos de voo nos aeroportos do Brasil: Os números de 2017

A QuickBrasil quer que o viajante da atualidade esteja preparado para tomar as melhores decisões para que sua viagem ocorra sem nenhum problema. Por isso, em mais uma publicação trazendo números reais, apresentamos o panorama sobre os atrasos e cancelamentos de voo referentes ao ano de 2017 nos aeroportos do Brasil. O consumidor é convidado a conhecer a realidade por trás das ofertas das empresas aéreas no momento da compra das passagens.

Nesta segunda publicação (veja aqui a primeira) sobre os números registrados pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil – relacionados aos voos operados no Brasil, a QuickBrasil destaca a atuação dos aeroportos, não mais das empresas aéreas. Dessa maneira, serão apresentados dados sobre 21 aeroportos selecionados para este estudo, incluindo pelo menos um aeroporto de cada região do país .

Assim, abaixo estão classificados os aeroportos brasileiros de acordo com a pontualidade, considerando os voos pontuais (ou com poucos minutos de atraso), atrasados por mais de 30 minutos, atrasados por mais de 60 minutos e cancelados:

Gráfico: Os melhores aeroportos de embarque conforme a pontualidade

Gráfico: Os melhores aeroportos de embarque conforme a pontualidade

Destaca-se que a ANAC entende por voo atrasado por mais de 60 minutos não somente aquele voo que se atrasa até o limite de duas horas. Ou seja, nesta categoria estão incluídos todos os voos com atraso superior a uma hora, sem limite de tempo para este atraso.

Os números não mentem: o aeroporto que menos possui voos cancelados conta com cerca de 6% de cancelamentos. Já o aeroporto que possui maior número de voos cancelados, conta com um valor por volta dos 27% dos voos nesta situação. No mesmo sentido proposto na primeira publicação, sobre empresas aéreas, imagine quantos são os viajantes lesados a cada aeronave que deixa de decolar a tempo ou que não decola de forma definitiva, considerando 50 assentos para as aeronaves menores e 200 assentos para as maiores.

O que é mais importante destacar ao viajante é que algumas cidades brasileiras contam com mais de um aeroporto para embarque e desembarque de passageiros. Quando se é possível escolher entre um ou outro aeroporto de saída ou de destino, a exemplo de viagens com partida ou chegada ao Rio de Janeiro ou de São Paulo, referida escolha pode influenciar nas chances de um passageiro vivenciar situações de atrasos ou cancelamento de voo com consequentes prejuízos. Imagine que um passageiro não possa se atrasar para um compromisso por este ser inadiável. Este passageiro precisará optar por um aeroporto que apresente menos riscos de cancelamentos, atrasos e até overbooking. Nestas situações, é necessário que o consumidor tenha conhecimento dos números de atrasos e cancelamentos de voo registrados por cada aeroporto para que possa tomar uma decisão mais acertada. Essa é a intenção final da QuickBrasil em apresentar esse Panorama de atrasos e cancelamentos de voos nos aeroportos.

Logo, a título de exemplo, percebe-se que, em São Paulo, o Aeroporto Internacional de Campinas/Viracopos é o que mais registra atrasos e cancelamentos de voo. Em sentido contrário, ocorrem menos cancelamentos e atrasos no Aeroporto de São Paulo/Congonhas. Escolher em partir ou desembarcar em um ou outro aeroporto pode contribuir para diminuir os riscos já mencionados.

Ainda, o consumidor deve ficar atento ao horário de funcionamento dos aeroportos, tendo em vista que nem todos os aeroportos permitem a decolagem e o pouso dos aviões por 24h. Destaca-se que, em razão do desconhecimento desta importante informação, uma vez que o voo seja cancelado ou sofra grande atraso, muitos passageiros que são desamparados pelas empresas aéreas acabam por ficar desamparados na cidade de partida, quando estão fora de seu domicílio. Apesar de a companhia possuir o dever de respeitar os direitos do passageiro e de lhe prestar as devidas assistências materiais, é justamente porque estas empresas falham neste dever a QuickBrasil vem alertar os passageiros sobre as medidas que os ajudam a evitar este tipo de situação. Além do mais, sobre este tema, considerando o funcionamento do aeroporto por 24h, há relatos de passageiros, sejam adultos, adolescentes ou mesmo crianças, que chegaram a pernoitar nos aeroportos em busca da assistência à qual possuíam direito.

Mais uma vez, ao conhecer os novos números aqui publicados (panorama de atrasos e cancelamentos de voo nos aeroportos do Brasil), o viajante se torna melhor preparado para evitar a ocorrência de alguns obstáculos em sua viagem, como todos estes já mostrados aqui. Independente do preparo do passageiro, a QuickBrasil insiste que, ao ser lesado, a atitude do consumidor em mostrar à companhia aérea a sua insatisfação com o serviço de transporte hoje colocado à sua disposição e que não suportará os prejuízos causados por esta má prestação de serviço é o que realmente fará a diferença na maneira de as empresas aéreas atuarem no mercado. Como consumidor, jamais deixe de reivindicar seus direitos e a devida indenização pelos prejuízos sofridos. Busque um meio legítimo e mude a realidade do viajante brasileiro para melhor.

Veja aqui os dados publicados sobre a atuação das empresas aéreas no país.

Caso precise mais informações sobre o panorama de atrasos e cancelamentos de voos nos aeroportos do pais, não duvide em se cadastrar no newsletter do nosso blog.

Achou útil? Compartilhe com outras pessoas
Consultar Voo
WhatsApp chat