Início » Problemas bizarros

Tag: Problemas bizarros

13 problemas com voo bizarros (e desagradáveis) para ficar atento aos seus direitos

Entre voos cancelados e atrasados, nós nunca saberemos o que poderá causar os problemas com voo da vez. Muitos viajantes já enfrentaram acontecimentos verdadeiramente bizarros e ficaram em dúvida se deveriam suportar os prejuízos ou se há quem deva indenizá-los em razão desses problemas com o voo.

Agora essa dúvida acabará. Se você antes não sabia se a empresa aérea deveria indenizar você pelo transtorno causado, por exemplo, por brigas entre passageiros que atrasam os voos ou por escorpiões soltos pelo avião, agora você conhecerá a resposta.

A QuickBrasil fez uma lista com alguns dos mais incomuns (ou bizarros mesmo) casos de problemas com voo para que você conheça várias das situações em que seu direito como passageiro ainda é a lei maior. Prepare-se para conhecer os relatos mais improváveis e perceba que há situações tão graves quanto escorpiões na aeronave.

Problemas bizarros com o voo causados por passageiros

1. Uma briga de casal gerou muitos outros problemas com voo aos 300 passageiros da aeronave. O casal se desentendeu durante um voo de São Paulo a Nova York. O piloto achou melhor pousar em Brasília por “motivos de segurança”. A solução nesse caso deveria ser o desembarque do casal e a imediata retomada do voo. Porém, o voo apenas decolou novamente após 17 horas de atraso de viagem.

2. Em um voo que ia do Havaí para o Japão, uma passageira se recusou a sentar em sua poltrona para praticar yoga no avião. O piloto precisou retornar ao aeroporto de saída para desembarque da viajante.

3. Outra passageira também precisou desembarcar de seu voo de Los Angeles a Nova York por se recusar a parar de cantar “I will always love you”, da Whitney Houston. Por causa do incômodo causado, o piloto foi obrigado a fazer um pouso de emergência em Kansas City e a viajante precisou ser algemada para deixar o voo, ainda cantando.

4. Em um voo da Air Méditerranée, de Argel (Argélia) para Paris, um passageiro se desentendeu com outro e urinou em cima de seu colega. O piloto foi obrigado a pousar em Lyon (França) para desembarque do viajante desrespeitoso.

5. Mais um desentendimento entre passageiros levou uma mulher a arremessar um copo de água em um homem que a perturbava. O voo precisou ser interrompido e pousou em cidade no meio da rota para desembarque dos passageiros. O incidente causou 38 minutos de atraso.

6. Existe um dispositivo proibido para uso de passageiros em aviões. Trata-se de uma ferramenta para ser instalada na mesa à frente do passageiro e que impede o outro viajante, sentado em sua poltrona, de recliná-la. De alguma forma, um viajante conseguiu embarcar com este dispositivo e usá-lo. Causado o problema à passageira em sua frente, o senhor se recusou a tirar o dispositivo, precisando ser desembarcado no meio do trajeto.

 

O SEU DIREITO – Em casos de problemas com voo causados por passageiros, o viajante possui:

– Direito à assistência material: de acordo com o tempo de espera por uma solução após o pouso de emergência (1, 2 ou 4 horas), a companhia aérea deverá providenciar acesso à comunicação, alimentação e acomodação adequados aos passageiros, neste último caso incluindo até mesmo hotel, se necessário;

– Direito ao reembolso, reacomodação em outro voo (imediatamente ou em horário escolhido pelo viajante) e execução do transporte por outra modalidade sempre que possível (como a terrestre) se a situação resultar em voo cancelado ou atraso superior a 4 horas;

Direito à indenização por dano moral em razão de transtornos, insegurança, constrangimentos, perda de compromissos pela demora em retomar o voo e demais prejuízos.

 

Problemas de responsabilidade direta das empresas aéreas

7. O sistema de aquecimento da área de carga de uma aeronave fez com que o piloto desviasse a rota de um voo que ia de Tel Aviv (Israel) para Toronto. A pane no sistema estava provocando temperaturas negativas no local onde havia um cãozinho sendo transportado, que certamente morreria se não fosse retirado a tempo.Problemas com voo cao quickbrasil.org

8. Imagine o terror causado em uma aeronave quando passageiros são picados por escorpiões em pleno voo. Dois casos como este tiveram grande repercussão, um deles em um voo de Los Angeles para Portland e o outro em um voo de Bogotá para a Cidade do México. Nos dois casos os viajantes foram socorridos em tempo.

9. Outra aeronave passou por este tipo de problema com voo. Em voo doméstico no Alaska, uma cobra escapou da bagagem de um passageiro. O viajante listou o animal como pet (animal de estimação) e entrou na aeronave sem que a empresa aérea verificasse o compartimento de transporte para animais. O primeiro passageiro a encontrar a cobra foi uma criança. Claramente, o viajante violou as regras da companhia aérea, mas esta também falhou em seu dever se segurança.

10. Misteriosamente, os passageiros sentiram um cheiro de queimado dentro da aeronave em atividade. No voo de Boston para Miami, as pessoas entraram em pânico e o piloto precisou realizar um pouso de emergência para garantir a segurança de todos. Ao pousar, a tripulação encontrou o motivo do cheiro: um pão queimado dentro da torradeira por descuido de um dos comissários de bordo.

11. Falando em odores, um voo de Bangalore (Índia) a Nova Délhi precisou pousar por causa de um forte cheiro que saía da torneira do lavatório do banheiro da aeronave. O cheiro foi identificado antes da decolagem, mas o voo não foi impedido de decolar. Nos ares, o cheiro ficava cada vez mais forte e insuportável, até que o avião precisou aterrissar em aeroporto no meio da rota para ser substituído.

12. Um atraso de voo de 5 horas foi causado aos passageiros de um voo entre Zurique e Málaga (Espanha) em razão da presença de um rato no avião. O roedor foi encontrado na fiação da aeronave e por isso a empresa aérea temia que ele tivesse a danificado, disponibilizando outro avião para a execução do voo.

13. Além de voos comerciais (para transporte de passageiros), as aeronaves de carga também enfrentam problemas com voo bastante bizarros. Um Boeing 747 estava carregado com cerca de 400 vacas e precisou fazer pouso de emergência em Londres porque os sensores de incêndio foram acionados enquanto sobrevoava o mar da Irlanda. Apesar de nenhum sinal de fumaça, o alarme foi acionado em razão do superaquecimento causado pelos animais, que juntos liberavam grande quantidade de metano.

 

O SEU DIREITO – Em casos de problemas com voo causados pela empresa aérea (ou por sua irresponsabilidade) que não realiza a correta manutenção da aeronave, não fiscaliza a limpeza do avião para condições de voo ou a segurança mínima dos passageiros, que não cumpre as regras da aviação civil e por danos causados por seus funcionários, o viajante possui todos os direitos descritos acima.Problemas com voo atrasado

(!) Destacamos que o pânico causado nos passageiros, quando amplamente explícito, é motivo para que estes sejam indenizados. Ninguém é obrigado a suportar, por exemplo, a manifestação de suas fobias em um avião em pleno voo por negligência da empresa aérea.

Para ler mais textos completos sobre o assunto, recomendamos este aqui para aprofundar em seus direitos em atrasos e cancelamentos de voo e este para ver uma lista de compromissos que podem ser perdidos por problemas com o voo e que dão direito à indenização.

 

Caso você tenha passado por atraso de voo superior a 4 horas ou cancelamento de voo, cadastre seu caso aqui e seja compensado.

Conheça aqui um pouco mais sobre o nosso trabalho.

Por fim, e se um pássaro entrar na fuselagem do avião? Veja aqui as únicas situações (e suas razões) em que a empresa aérea não deve indenizar o consumidor.

Caso deseje conferir os demais direitos do viajante, acesse a Resolução nº 400/2016, da ANAC.

 

Postado em: setembro 17, 2018