Início » Viajar barato

Tag: Viajar barato

20 pontos turísticos e dicas de viagem para Aparecida em SP

A viagem para Aparecida é um clássico roteiro de viagem de fiéis que buscam a intercessão de Nossa Senhora Aparecida ou desejam agradecer pelas graças concedidas. A cidade é o principal destino de turismo religioso do país.

Mas a cidade tem mais detalhes que um viajante que passa por lá pela primeira, segunda, ou terceira vez pode perceber. Não queremos que você perca nada ao visitá-la, principalmente se desejar participar da festa do Dia da Padroeira, 12 de outubro.

Por isso, reunimos aqui muitas dicas valiosas para essa viagem para Aparecida, incluindo melhores datas, como chegar, o que fazer, dicas gerais e descrição dos pontos turísticos e atividades para você montar um roteiro perfeito conforme seu tempo e interesse.

Esse post cheio de coisas legais para fazer em Aparecida irá garantir ao viajante uma imersão completa no ambiente religioso dedicado à Padroeira do Brasil.

 

História da imagem da Padroeira

Imagem Milagrosa de Aparecida

Em 1717, três pescadores saíram para pescar no Rio Paraíba do Sul em uma época difícil. Ao tirarem a rede da água, havia um objeto preso nela. Era a imagem de uma santa, com a cabeça quebrada no pescoço. Jogaram a rede novamente na água e então pescaram a cabeça da imagem. Juntando as partes, os pescadores perceberam que aquela era Nossa Senhora da Conceição.

Após o ocorrido, a pesca foi abundante. Em agradecimento, a imagem da santa foi colocada em um altar. Em razão da sua aparição, a santa começou a ser chamada de Aparecida.

Obs.: o nome da cidade é Aparecida, como foi chamada a santa, e não Aparecida do Norte, como muitos brasileiros costumam chamá-la.

 

Quando viajar para Aparecida?

Morro do Presépio

Os dias mais tranquilos para fazer a viagem para Aparecida e visitar suas atrações turísticas é de segunda a sexta em qualquer época do ano. A experiência de fazer a visita com menos romeiros na cidade é diferenciada. Nos finais de semana e feriados, com destaque para os feriados religiosos como Semana Santa e Corpus Christi, a cidade fica bastante cheia.

Mas é preciso lembrar especialmente que 12 de outubro é o dia de Nossa Senhora Aparecida. Por isso, nesta data a cidade costuma ficar muito, mas muito cheia de romeiros.

A título de informação, Aparecida recebe visitantes durante o ano todo, sendo um dos pontos turísticos mais visitados do Brasil. Para se ter uma ideia, em um ano passam por lá cerca de 12 milhões de visitantes. Para compararmos, o número de visitantes estrangeiros que visita o Brasil durante o mesmo período é de 6 milhões.

 

Como chegar em Aparecida?

Matriz Basílica de Nossa Senhora Aparecida

Se você for viajar de carro, confira o melhor trajeto partindo de sua cidade. Lembrando que pela via terrestre há como fazer a viagem para Aparecida também de ônibus saindo do terminal rodoviário ou em excursões. Caso deseje viajar de avião, é possível desembarcar tanto no aeroporto de São José dos Campos quanto em Guarulhos e seguir viagem de ônibus até a cidade.

Se você optar por um voo para São José dos Campos, a 80km de Aparecida, saiba que as passagens aéreas para esse destino são um pouco mais caras. Após o voo, você precisará ir até a rodoviária da cidade para comprar a passagem de ônibus e então viajar até Aparecida a partir de lá;

Caso escolha um voo para Guarulhos, a 160km de Aparecida (opção com passagens aéreas mais baratas e maior número de voos), saiba que há ônibus de viagem partindo do aeroporto para Aparecida, com parada na rodoviária de São José dos Campos. Por isso, deverão ser compradas duas passagens para o trajeto Guarulhos/São José dos Campos/Aparecida, mas ambas já são vendidas juntas no Terminal 2 do próprio aeroporto.

Neste caso, lembre-se de comprar passagens de ônibus com algum intervalo de tempo entre elas para que você não tenha problemas caso o primeiro ônibus atrase.

 

O que fazer em Aparecida: pontos turísticos e atividades

 O Santuário Nacional de Aparecida

Santuário Nacional de Aparecida

O Santuário Nacional de Aparecida é um complexo de devoção onde muitos visitantes vão para pedir a intercessão de Nossa Senhora e pagar promessas. Para ficar mais fácil de você planejar seu roteiro de viagem para Aparecida, vamos separar os pontos turísticos em duas categorias: dentro e fora do Santuário.

A Catedral Basílica de Nossa Senhora da Conceição Aparecida (nome oficial), conhecida como Basílica Nova e maior igreja católica das Américas, possui placas muito bem posicionadas para orientar o viajante em sua visita.

1. Não deixe de conhecer a Cúpula Central, Capela do Batismo, Capela da Ressurreição, Capela do Santíssimo, Capela de São José.

2. Nicho da Imagem Milagrosa de Aparecida: é o local onde fica a imagem original encontrada pelos pescadores no Rio Paraíba do Sul.

3. Subsolo do Santuário Nacional:

– Sala de Promessas: também chamada de Sala dos Milagres, é o local onde os viajantes podem deixar objetos em retribuição às graças alcançadas com a intercessão de Nossa Senhora. O teto do lugar é revestido por fotos de fiéis que alcançaram suas graças;

– Casa do Pão: a padaria do subsolo possui fabricação própria de vários quitutes. Faz parte de um projeto social do Santuário para profissionalizar jovens em confeitaria e panificação;

– Espaço Devotos Mirins: uma imagem infantil de Nossa Senhora fica exposta no local. Nos feriados e finais de semana acolhe apresentações de teatro para as crianças.

4. Museu Nossa Senhora Aparecida: os 2 primeiros andares da Torre de Brasília são dedicados ao museu. Lá são encontradas imagens, pinturas e outros elementos de devoção mariana nacional relacionados ao patrimônio religioso de Aparecida.

 5. Torre de Brasília: no 18º andar (a 110 metros de altura) da Torre de Brasília há um mirante com vista de 360 graus para parte da cidade de Aparecida e o Rio Paraíba do Sul. Neste mirante há uma linha do tempo que conta a história da Padroeira do Brasil.

6. Campanário: obra de Jubileu Mariano e projeto de Oscar Niemeyer, o campanário possui 13 sinos, sendo 12 em homenagem aos apóstolos. O maior sino é uma homenagem à Virgem Maria e São José.

Capela das Velas

7. Capela das Velas: esta capela é o único local permitido para acender velas em agradecimento às graças recebidas ou às almas de entes queridos. Um ponto interessante desta construção é que ela possui filtro e exaustor para absorver a poluição causada pela queima da parafina.

8. Memorial da Devoção:

– Cine Padroeira: espaço que conta em um filme de 15 minutos a história da imagem da Padroeira e seus principais milagres após este dia. É usada tecnologia 3D sem óculos.

– Museu de Cera: é um clássico museu de cera, porém sobre religiosidade. Conta com a representação de personalidades como Madre Teresa de Calcutá, Papa Francisco, Papa João Paulo II e o Padre Marcelo Rossi. São 65 estátuas no total e 20 cenários.

– Espaço Devotos Mirins: semelhante ao espaço localizado no subsolo da Basílica, possui 3 cenários e estátuas em resina dos personagens da Campanha Família dos Devotos (história em quadrinhos).

9. Morro do Presépio: o Presépio permanente de Aparecida conta alguns dos momentos da infância de Jesus. O local possui cascata, um lago, pequenas grutas e mirante.

10. Missa no Santuário: Confira aqui os horários das missas diárias realizadas no Santuário. Às 18h dos sábados, a missa é especialmente dedicada à Nossa Senhora Aparecida e é seguida de uma bonita procissão ao redor da Basílica.

( ! ) Visite o Santuário de noite: fora do horário de funcionamento do comércio, a experiência é diferenciada. Lembrando que a Basílica em si, especialmente a Capela do Santíssimo, Capela das Velas e o Nicho da Imagem Milagrosa, funcionam até às 22h.

 

Pontos de visita fora do Santuário Nacional de Aparecida

11. Passarela da Fé: a Passarela da Fé começa dentro do Santuário Nacional e vai até a Matriz Basílica, na área externa. Muitos romeiros costumam percorrer seus 390 metros de comprimento para pagar promessas. Sem grande movimento, o tempo médio para percorrê-la é de 10 minutos.

Teleférico

12. Matriz Basílica de Nossa Senhora Aparecida: primeira Basílica construída na cidade em homenagem à Aparecida, é uma igreja de estilo barroco tombada como monumento histórico, religioso e arquitetônico.

13. Teleférico: o teleférico conta com 2 estações tanto para embarque quanto para desembarque – Santuário e Morro do Cruzeiro. O percurso é de 1200 metros e alcança 115 metros de altura em cerca de 7 minutos.

14. Morro do Cruzeiro: é neste local onde acontece a tradicional Via-Sacra em cada sexta-feira de Quaresma, reunindo até 5 mil pessoas na Sexta-feira da Paixão. Painéis feitos pelo artista Adélio Sarro representam o caminho percorrido por Jesus antes de ser crucificado.

15. Porto Itaguaçu: é possível fazer um passeio de barco até o local exato onde a imagem da santa foi pescada. Perto do porto ficam a Igreja de São Geraldo e o Mirante das Pedras (com uma imagem da Padroeira de 1,80 metros).

Porto Itaguaçu

16. Igreja São Benedito: singela igreja próxima ao terminal rodoviário da cidade. Em suas paredes estão anjos esculpidos por Chico Santeiro.

17. Memorial do Redentorista: é um museu em homenagem aos religiosos que já serviram à congregação.

18. Compras e Alimentação – Centro de Apoio ao Romeiro: além das diversas lojas oficiais dentro do próprio Santuário, o Centro de Apoio ao Romeiro possui infraestrutura para receber os visitantes, contando com praça de alimentação, telefones, caixas eletrônicos, fraldário, banheiros, bebedouros e cerca de 380 lojas vendendo artigos religiosos e diversos produtos. É aqui onde você pode tirar dúvidas, pedir informações e retirar folders explicativos.

19. Feira Livre: com mais de 800 barracas, acontece nos finais de semana, em volta do Santuário. Nesta feira é possível encontrar de tudo, não apenas artigos religiosos.

20. Santuário Frei Galvão: em Guaratinguetá, a 13 km da Basílica de Aparecida, é neste Santuário que vão os fiéis para agradecer pelas graças alcançadas com a intercessão do santo e buscar pelas famosas pílulas do Frei Galvão, distribuídas de forma gratuita. A estátua do Frei Galvão em frente ao Santuário foi abençoada pelo Papa Francisco em 2013.

 

Dicas de viagem para Aparecida: pontos gerais

1. Vá preparado para o calor, mas com roupas adequadas para o ambiente religioso: na viagem para Aparecida, não conte com muitas árvores ou sombras e saiba que a visita pode exigir longas caminhadas. Caso viaje em alta temporada, a multidão de turistas pode obrigar seu roteiro a seguir mais lento e por isso com maior exposição ao sol. Use protetor solar, roupas e sapatos confortáveis e mantenha-se hidratado. Prefira alimentações mais leves. Por fim, não se descuide do frio se viajar durante o inverno.

Imagens de Nossa Senhora Aparecida nas lojas

2. Como se sentar durante a missa: as missas em Aparecida costumam ser bastante cheias e duram cerca de 2 horas. A dica para conseguir um lugar para se sentar é chegar no fim da missa anterior, principalmente se tiver acompanhado de idosos – porque às vezes até mesmo eles terão que ficar em pé.

3. Evite filas ao conhecer a imagem de Nossa Senhora Aparecida: vá até a imagem encontrada no rio durante os horários de missa. Assim, é possível encontrar por lá menor número de visitantes e fazer tranquilamente uma oração ou tirar fotos.

4. Se prepare para caminhar bastante ou se informe sobre o transporte local: em Aparecida, os pontos de visitação não são todos muito próximos uns dos outros. Por isso, se você decidir não ir de carro, este será um ponto importante de seu planejamento. Há, por exemplo, serviço de taxi para trajetos dentro da própria Basílica. Os preços do taxi dentro da cidade são tabelados, não por taxímetro. Os valores são informados no ponto oficial de táxi, em frente ao Centro de Apoio ao Romeiro.

5. Desconto no Museu de Cera ou Cine Padroeira: ao comprar entradas para o teleférico, pergunte por promoções caso compre também entradas para uma das duas atrações.

Lembre-se: Se você passa por uma situação de voo cancelado, atraso de voo, perda de conexão, overbooking, perda de compromisso ou embarque negado, pode cadastrar seu caso conosco e receber uma compensação financeira em uma semana.

Agora você tem em mãos todo tipo de informação para uma boa imersão nesta cidade referência de religiosidade e devoção. Boa viagem!

Postado em: outubro 5, 2018

7 destinos para viajar com pouco dinheiro pelo mundo

Muita gente pensa que viajar é sinônimo de gastar muito dinheiro, mas essa é uma afirmação equivocada. Se está impossível viajar com pouco dinheiro para o destino escolhido, tente escolher destinos onde o Real vale mais que a moeda local e a tudo mudará.

Você já tinha pensado nisso antes ou estava preso à cotação do dólar? São vários os destinos espalhados pelo mundo cuja moeda se mantém desvalorizada em relação ao Real durante todo o ano.

Para contribuir para a sua lista de desejos, conheça detalhes sobre estes 7 destinos selecionados para viajar com pouco dinheiro. Separamos informações valiosas, dicas turísticas e valores praticados nos países para que você não perca nada da melhor diversão ou do descanso que o destino pode proporcionar.

 

Como viajar com pouco dinheiro?

De todas as respostas possíveis, a melhor delas é adotar estratégias para usar bem o seu dinheiro. As 3 principais estratégias são: escolher um destino no qual o Real vale mais que a moeda local, acumular e usar milhas aéreas com responsabilidade e planejar a viagem passo a passo.

Como já ensinamos a acumular e a usar milhas de forma inteligente e a planejar uma viagem incrível neste primeiro e neste segundo post, é hora de se ter noção sobre destinos para onde é possível viajar com pouco dinheiro em razão da moeda local ser desvalorizada em comparação ao real.

Dessa vez, nossa lista de destinos está separada por países em ordem alfabética. Claro que nós gostaríamos de falar sobre muito mais que 7 destinos, mas a boa notícia é que a lista de países que se enquadram nessa possibilidade é bem longa.

Separamos então a cotação da moeda de cada país, suas principais cidades, atividades e atrações e acrescentamos ao final uma noção de gasto com as principais refeições para nortear o viajante sobre os preços praticados nos países, lembrando que esses valores variam conforme a cidade e o requinte do restaurante.

Vamos à lista?

 

África do Sul

Cidade do Cabo – África do Sul

Cotação: 1 Rand sul-africano é igual a 0,28 Real.

Cidades, atividades e atrações: história, safáris, vinícolas, praias, parques nacionais, esportes radicais.

Em Joanesburgo, o visitante pode encontrar tanto construções modernas quanto mercados africanos. Na cidade estão parte da trajetória de Nelson Mandela (Mandela House), o Museu do Apartheid e o estádio da Copa do Mundo de 2010. Há sítios arqueológicos nas proximidades e é possível realizar safáris em parques como o Pilanesberg National Park (em Rustemburgo).

Já a Simon’s Town atrai visitantes pelas belíssimas praias, pontos para mergulho e visitação a uma colônia de pinguins africanos.

Durban é um ótimo destino para quem procura praias e surfe. Por lá, não deixe de visitar o Jardim Botânico.

A Cidade de Cabo é também é conhecida por suas praias, mas o cenário das montanhas é mais famoso, bem como a Ilha Robben. Destaque para a gastronomia da cidade e para as vinícolas nos arredores.

Noção de valores médios diários para alimentação: R$20-40 para café da manhã; R$28-70 para almoço; e R$30-75 para jantar.

 

Argentina

Buenos Aires – Argentina

Cotação: 1 Peso argentino é igual a 0,10 Real.

Cidades, atividades e atrações: história, vida noturna, esqui, gastronomia, locais de descanso e contato com a natureza.

Buenos Aires oferece muita energia, restaurantes românticos e vida noturna animada. Suas avenidas, parques e arquitetura se destacam pelo traço europeu. Não deixe de visitar o Café Tortoni, o bar mais antigo da cidade; o Teatro Cólon; o estádio de futebol do Boca Júnior; e bairros como Puerto Madero e a Recoleta. Não volte ao Brasil sem experimentar as famosas parrillas e excelentes vinhos. Um dos melhores destinos para viajar com pouco dinheiro.

San Carlos de Bariloche, aos pés dos Andes, é um famoso destino de esqui em todo o mundo. Além da neve, há lagos, praias, casas noturnas e excelente gastronomia. No verão, aproveite para praticar esportes náuticos.

Em Ushuaia, a cidade mais ao sul do mundo, é possível experimentar aventuras em meio à vida selvagem com pinguins e orcas no Canal de Beagle. Atividades como esqui e andar de caiaque chamam a atenção dos viajantes.

Valores médios diários para alimentação: R$7-17 para café da manhã; R$17-30 para almoço; e R$20-40 para jantar.

 

Colômbia

Medellín – Colômbia

Cotação: 1 Peso colombiano é igual a 0,0013 Real.

Cidades, atividades e atrações: praias, natureza, história, construções coloniais coloridas, vida noturna, forte gastronomia e um bom café colombiano.

Bogotá, capital do país, tem um belo centro turístico no bairro La Candelaria. Atrações como Museo del Oro, Museo Botero (obras de Fernando Botero, maior artista plástico da Colômbia) merecem destaque. Os pratos típicos ajiaco e pandeyuca não decepcionam.

A moderna Medellín é a chamada “cidade modelo” da Colômbia por sua organização, segurança e beleza. Ideal para passear por praças, visitar museus, o Parque dos Desejos, a Casa da Musica, o Jardim Botânico. Para um bate-volta, vá a Guatape, uma cidadezinha charmosa e colorida onde se destaca a Laguna de Guatape.

Cartagena das Índias, região bastante famosa por suas praias de água azul cristalino, tem em seu centro histórico linda arquitetura colonial e um conjunto de fortificações, cenário que inspirou o escritor Gabriel García Márquez. Visite o Palácio da Inquisição, a Torre do Relógio, o Forte de San Felipe de Barajas e a Catedral de San Pedro Claver. Faça passeios de barco por Playa Blanca e Islas del Rosario. A agitada noite colombiana dispensa comentários, certo?

A Ilha de San Andres fica próxima à costa do Nicarágua é um excelente destino para a prática de mergulho e curtir praias de areia branca e mar cristalino. Destaque para o passeio de um dia às ilhas Acuario e Johnny Cay.

Ainda dá tempo de recomendar o belíssimo Parque Nacional Natural Tayrona, em Santa Marta?

Valores médios diários para alimentação: R$8-17 para café da manhã; R$15-38 para almoço; e R$25-55 para jantar (não incluídos valores para San Andres, mais elevados).

 

Croácia

Dubrovnik – Croácia

Cotação: 1 Kuna croata é igual a 0,64 Real.

Cidades, atividades e atrações: natureza, história, construções exuberantes e calmaria.

Dubrovnik preservas riquezas centenárias, antigas muralhas, palácios e igrejas deslumbrantes. Não é à toa que ficou conhecida como King’s Landing após as gravações da série Game of Thrones.

Zagreb, a capital croata, se divide entre atrações históricas e modernas. Na Cidade Alta, visite a Igreja de São Marcos, Praça Kaptol, Porta de Pedra e a charmosa rua Tkalčićeva, cheia de bares, restaurantes e cafés com mesas ao ar livre. Na Cidade Baixa, visite a Trg Josipa Jelačić, praça coração de Zagreb com bares, restaurantes e lojas, Mercado Dolac, Parque Zrinjevac e Parque Kralja Tomislava.

Split, uma ilha paradisíaca, proporciona belas paisagens, ótima infraestrutura, bons restaurantes e sítios históricos. Em torno está a Ilha Hvar, com maravilhosas praias, campos de lavanda e vinhedos, ruas de mármore e igrejas góticas.

Não se esqueça do famoso Plitvice National Park – floresta exuberante em meio a inúmeras cachoeiras.

Valores médios diários para alimentação: R$15-28 para café da manhã; R$24-50 para almoço; e R$27-54 para jantar.

 

Índia

Hawa Mahal, Jaipur – Índia

Cotação: 1 Rupia indiana é igual a 0,056 Real.

Cidades, atividades e atrações: construções espetaculares, cidades movimentadas, mercados, vida noturna.

Bangalore ou Bengaluru, a “Cidade Jardim”, é o paraíso da tecnologia. É ainda ponto forte da música e dança clássicas indiana e é cheia de jardins, museus, palácios e templos para explorar. São pontos turísticos imperdíveis: Vidhana Soudha, o Parque Cubbon e o Lago Ulsoor de Bangalore. Possui vida noturna agitada e requintada. Bangalore também é cidade referência para quem deseja viajar com pouco dinheiro.

A caótica e lotada Jaipur é o retrato da Índia que se vê na TV. Cheia de marajás, palácios e encantadores de serpentes, é a casa do Palácio da Cidade, Hawa Mahal e dos fortes Amber e Jaigarh.

Em meio ao mesmo caos está Mumbai. Em seus mercados é comum a barganha sobre o preço de temperos ou lembranças. Caminhar pela praia de Chowpatty até Mani Bhavan, onde Mahatma Gandhi viveu, é uma boa dica de passeio.

Não deixe de visitar: o Taj Mahal e o Forte Vermelho de arenito, em Agra; o Templo Dourado, em Amritsar e a cidade de Varanasi, às margens do Rio Ganges.

Valores médios diários para alimentação: R$12-18 para café da manhã; R$16-30 para almoço; e R$20-35 para jantar (Para Bangalore e Jaipur, considere a metade destes valores).

 

México

Playa del Carmen – México

Cotação: 1 Peso mexicano é igual a 0,21 Real.

Cidades, atividades e atrações: história, tradição, gastronomia renomada, praias, surfe, natureza.

Destino tropical, Cancún acolhe muitos resorts à beira-mar e oferece tanto diversão quando tranquilidade. Excelente ponto para mergulho e atividades ecoturísticas. Destaque neste ponto para a ilha de Contoy e as pirâmides de Cobá. Visite ruínas Maias e passeie pela Isla Mujeres.

– A partir de Cancún, não se esqueça de visitar Chichén Itzá: Pirâmide de Kukulcán, Templo dos Guerreiros, as Mil Colunas, conjunto Las Monjas e muito mais pontos turísticos da região.

Na Cidade do México está o Zócalo, que abriga o Palácio Nacional (onde estão painéis de Diego Riviera) e a Catedral Metropolitana de La Asuncíon de María. Museus incríveis e obras de arte não faltarão nesta viagem, a exemplo do emocionante Museu Frida Kahlo. Na zona arqueológica do Museu Del Templo Mayor, se destacam as Pirâmides de Teotihuacán e o Museu Nacional de Antropologia. Para curtir uma boa música típica mexicana, vá à Praça Garibaldi.

Acapulco se destaca para quem quer aprender a surfar por possuir mar com ondas tranquilas. O Forte San Diego e sua Catedral guardam a história da região, como a curiosa cultura pirata. Há resorts e hotéis luxuosos que garantem bastante conforto aos viajantes.

A Playa Del Carmen tem ganhado bastante destaque pela tranquilidade, mar com vários tons de azul e areia branca. Aproveite para relaxar, tomar uma bebida refrescante sob os coqueiros e curtir uma atmosfera fantástica.

Valores médios diários para alimentação: R$12-18 para café da manhã; R$15-21 para almoço; e R$18-24 para jantar (esses valores não são válidos para Acapulco e Cidade do México, de valores mais altos).

 

Tailândia

Bangkok – Tailândia

Cotação: 1 Baht tailandês é igual a 0,12 Real.

Cidades, atividades e atrações: vida noturna, belezas naturais, praias, esportes náuticos, religiosidade.

Bangkok, capital da Tailândia, possui templos e monumentos grandiosos e ao mesmo tempo é dona de uma vida noturna agitadíssima, com bares requintados no topo de arranha-céus. O Wat Pho é o tempo sagrado onde está a estátua de mais de 40 metros do Buda Inclinado. Não deixe de visitar o Chatuchak Market, o maior mercado de final de semana do mundo.

Chiang Mai é a capital espiritual da Tailândia. Possui uma infinidade de templos sagrados, incluindo o Wat Phratat Doi Suthep. Por lá, ainda é possível fazer divertidos passeios com elefantes.

Ayutthaya foi tombada como Patrimônio Mundial pela Unesco e apresenta inúmeras ruínas, templos lendários e museus. Lá está uma estátua deitada de Buda de mais de 30 metros de cumprimento.

As ilhas Phi Phi têm águas cristalinas e paredões rochosos que proporcionam paisagem paradisíaca. Railay Beach é conhecida por, além das praias incríveis, trilhas ecológicas e cavernas pouco exploradas. Khao Lak, por sua vez, é conhecida por lindas praias, restaurantes sofisticados e boa rede de hotéis. Mergulhos e esportes náuticos são indicações para a ilha Koh Tao. São excelentes destinos para viajar com pouco dinheiro e curtir o melhor da natureza.

Valores médios diários para alimentação: R$7-15 para café da manhã; R$9-42 para almoço; e R$11-46 para jantar (sendo os preços mais elevados relativos a Bangkok).

 

Se essa lista ainda não foi suficiente para você decidir para onde viajar com pouco dinheiro, pesquise também por: Bolívia, Chile, Egito, Filipinas, Indonésia, Marrocos, Peru, Uruguai, Vietnã e Turquia. Opções de destinos com o Real valorizado não faltam!

 

Problemas com voo

Para quaisquer problemas com voo, é bom estar preparado e conhecer os seus direitos a fim de evitar maiores danos. Para voo cancelado ou atrasado por mais de 4 horas, conheça aqui os seus direitos. Clique aqui em caso de alteração e de voo e aqui em caso de embarque negado.

 

Caso deseje conferir os demais direitos do viajante, acesse a Resolução nº 400/2016, da ANAC.

Postado em: setembro 27, 2018