27 dicas para viajar com crianças

27 dicas para viajar com crianças

Viajar com crianças exige alguns cuidados. Como os pequenos necessitam de atenção, é importante que os adultos escolham destinos, épocas e meios de transporte que tornem a viagem e os passeios muito mais tranquilos.

Para quem está pensando em pegar a estrada pela primeira vez com os filhos, alguns cuidados são fundamentais.

No contexto da pandemia, principalmente, é preciso redobrar a atenção e fazer escolhas que sejam, ao mesmo tempo confortáveis e seguras para toda a família.

No artigo de hoje, vamos apresentar algumas dicas de como escolher destino, o voo, a hospedagem e arrumar as malas para viajar com crianças.

Continue a leitura!

4 dicas de como escolher o destino para viajar com crianças

1. Opte por destinos mais próximos

Principalmente quando consideramos crianças menores, os destinos mais próximos são os mais recomendados. Isso porque, nesse caso, o tempo do percurso é menor, e em algumas situações poderá ser feito de carro, sem a necessidade de terceirizar os meios de transporte.

Quando pensamos em viagens durante o período de pandemia, a opção mais interessante é optar por percursos que podem ser realizados de carro. Isso porque, dessa forma, a família irá ter mais segurança no transporte: não haverá contato com terceiros e não será necessário dividir espaços fechados, como ônibus e aviões.

2. Confira as possibilidades de passeio

Ao escolher o destino, é importante considerar também as possibilidades de passeio e entretenimento que aquele local oferece. 

Se você está pensando em ir para um hotel fazenda ou um resort, por exemplo, certifique-se de que existem opções de brincadeiras e entretenimento infantil no local.

Caso você esteja planejando uma viagem mais “livre”, onde você mesmo irá criar o roteiro, lembre-se de colocar passeios que agradem os pequenos também.

3. Considere o clima

O clima também é um fator muito importante e que precisa ser considerado na hora de escolher o destino e o período da viagem.

Afinal, viajar com uma criança para locais mais frios e em períodos de inverno pode ser um pouco mais complicado do que fazer passeios em épocas mais quentes.

4. Dê preferência para locais mais tranquilos

Para garantir o conforto das crianças e a tranquilidade dos responsáveis, é interessante considerar locais mais tranquilos e não tão cheios, tanto pela segurança das crianças quanto para evitar aglomerações.

Isso permitirá que você vigie as crianças e consiga ter maior controle de onde estão brincando, sem se preocupar com as multidões.

Para isso, pode ser interessante escolher destinos mais tranquilos ou, se possível, datas menos comerciais, com uma quantidade menor de turistas naquele local.

5 dicas de como escolher o voo para viajar com crianças

5 dicas de como escolher o voo para viajar com crianças

5. Embarque por último

Apesar de ser comum querer embarcar primeiro com as crianças, dependendo da idade dos pequenos, embarcar por último pode ser a melhor opção.

Isso porque, principalmente para as crianças menores, quanto menos tempo passarem dentro da aeronave, melhor. O espaço confinado sem a liberdade de correr e brincar pode gerar estresse para os pequenos, o que, por sua vez, poderá resultar em uma criança um pouco mais irritada durante o trajeto.

6. Opte por roupas confortáveis

Um detalhe muito importante e necessário para viajar com crianças é lembre-se de colocar roupas confortáveis.

Os períodos em aviões e ônibus podem ser longos, e quanto mais confortável for a roupa, melhor.

Importante se lembrar também de que os aviões, principalmente, possuem temperaturas mais baixas devido ao ar condicionado. Por isso, as melhores pedidas para viagens são roupas confortáveis e quentinhas, como conjuntos de moletom.

7. Atenção à localização das poltronas

Escolha poltronas confortáveis, que não estejam na saída de emergência, para garantir a segurança das crianças.

Além disso, é interessante que as crianças não fiquem nas poltronas do corredor: mantê-las na poltrona do meio ou na poltrona na janela irá ajudar os responsáveis a ter mais controle durante o trajeto.

8. Leve alguns itens que ajudarão a criança a se distrair

Os voos e viagens de ônibus podem ser longos, e as crianças muitas vezes ficam desconfortáveis nessas situações.

Por isso, é importante se lembrar de colocar na bagagem de mão alguns itens para distração, como brinquedos, desenhos para colorir ou livrinhos de histórias.

9. Segurança em primeiro lugar 

Como dito anteriormente, o melhor dos cenários durante a pandemia seriam viagens realizadas com o carro da família. No entanto, sabemos que nem sempre isso é possível.

Por isso, quando for escolher o voo e a companhia aérea, opte por aquelas que estão, claramente, seguindo os protocolos de segurança e oferecendo recursos para que a viagem seja tranquila.

Certifique-se de ter em mãos álcool em gel ou álcool 70% e não se esqueça das máscaras.

3 dicas de como escolher a hospedagem para viajar com crianças

10. Opte por locais com playground e atividades para crianças 

Na hora de escolher a hospedagem, é interessante dar preferência para hotéis, hotéis fazenda, resorts ou pousadas que possuem atividades e playground para crianças.

Isso ajudará a tornar a experiência dos pequenos muito mais divertida, permitindo também que os adultos descansem e também aproveitem o passeio.

É interessante contar, por exemplo, com locais que possuem guias infantis, que irão conduzir os pequenos em diversas atividades no dia a dia.

11. Confira se existe “copa” no hotel

Se você está viajando com crianças pequenas, a copa no hotel pode ser um diferencial. Crianças que acordam a noite para se alimentar podem exigir que os pais tenham fácil acesso à uma pequena copa ou cozinha.

Sempre se certifique de que o hotel ou hospedagem escolhida possua essa infraestrutura. Se possível, opte por se hospedar em quartos mais próximos da copa, para facilitar o dia a dia.

12. Veja se existem trocadores nos banheiros

Em caso de hotéis fazenda e resorts, onde a diversão acontece dentro da própria estrutura, pode ser interessante conferir se existem trocadores nos banheiros, e se existem também banheiros destinados aos pequenos.

Dessa forma, quando você estiver se divertindo na piscina ou em alguma área externa e houver a necessidade de levar os pequenos ao banheiro ou trocar as fraldas, você terá maior facilidade e comodidade para realizar a tarefa.

9 dicas de como arrumar as malas para viajar com crianças

9 dicas de como arrumar as malas para viajar com crianças

13. Faça listas

O primeiro passo para organizar as malas das crianças é criar listas. Para isso, separe as listas em setores e preencha-os. Isso irá te ajudar a não esquecer itens importantes.

Você pode separar por:

  • roupas;
  • agasalhos;
  • pijamas;
  • acessórios;
  • calçados;
  • higiene pessoal;
  • primeiros socorros;
  • brinquedos;
  • alimentação;
  • documentos;
  • eletrônicos.

14. Separe as roupas contabilizando trocas

Esse pode ser um dos momentos mais difíceis para preparar a mala das crianças. Afinal, quantas roupas são necessárias para viajar com os pequenos?

O comum é contabilizar uma troca de roupa por dia, com duas extras em caso de incidentes.

Dessa forma, se a viagem for de 10 dias, por exemplo, o ideal seria considerar 12 trocas de roupa.

Essa é uma média considerada. No entanto, o destino e as atividades que serão realizadas nos passeios podem mudar essas contas: serão atividades que irão sujar bastante as roupas? 

A idade da criança também conta. Sabemos que os mais novinhos tendem, muitas vezes, a exigir mais trocas de roupa por dia, seja porque se sujam mais durante as refeições ou porque, em alguns casos, alguns imprevistos como vazamento de fraldas podem acontecer.

Considere a média praticada e avalie o contexto da sua viagem. A partir daí, faça as alterações necessárias na quantidade de peças que serão levadas.

15. Não se esqueça dos agasalhos

Um dos erros mais comuns em viagens é se esquecer dos agasalhos, por julgar desnecessário em viagens para locais mais quentes.

Independente da estação do ano, os agasalhos são importantes e precisam estar nas malas. Sempre que for viajar, lembre-se de levar pelo menos um par de agasalhos, mesmo em climas mais quentes, como as viagens de verão.

Coloque na mala uma calça quentinha, blusa de frio com capuz e meias. Esses itens podem ser valiosos, principalmente à noite, quando o sol se for.

16. Lembre-se dos pijamas

Os pijamas são itens necessários na viagem, mas não exagere: não há necessidade de levar muitas unidades. Serão pouco usados e podem ser repetidos por alguns dias.

Opte por itens mais confortáveis e, se possível, considere levar pijamas mais compridos: é comum que, na parte da noite, mesmo durante o verão, o clima fique mais fresco e as crianças sintam um pouco de frio.

17. Leve os itens de higiene pessoal e primeiros socorros

Tanto para adulto quanto para crianças, os itens de higiene pessoal são fundamentais. Se possível, separe-os em potes menores para ocupar menos espaço na mala.

Não se esqueça dos itens mais importantes, como shampoos, condicionadores, sabonetes, protetor solar, escova de dentes, creme dental, perfume, escova de cabelo, fraldas, lenços umedecidos e pomadas para assaduras.

Além disso, também vale a pena separar um espaço na necessaire para os itens de primeiros socorros, como pomadas, curativos e alguns medicamentos.

18. Separe os sapatos

Os sapatos precisam de atenção: é necessário optar por aqueles que são mais confortáveis e que oferecerão maior segurança para as crianças.

Avalie os possíveis passeios que acontecerão ao longo da viagem e escolha os sapatos considerando essas atividades.

19. Não esqueça os acessórios

Para as férias de verão ou de inverno, os acessórios são muito importantes. Não se esqueça de levar chapéu, boné, touca e luvas. Avalie quais são as condições climáticas do destino e separe os acessórios de acordo.

20. Brinquedos e diversão devem ser considerados

Apesar da viagem ser, justamente, para diversão e passeios, levar brinquedos e itens para distrair as crianças é uma excelente opção.

Por isso, por exemplo, se você estiver indo para a praia, não se esqueça de brinquedos como baldes de areia e outros itens que poderão entreter os pequenos no local.

Se houver algum brinquedo preferido, que dê conforto e tranquilidade para a criança, vale a pena colocá-lo nas malas.

21. Não se esqueça dos sacos para roupas sujas

Por fim, para não se misturar com as roupas limpas, uma recomendação importante é se lembrar de levar alguns sacos para separar as roupas sujas. Isso irá ajudar, principalmente, em viagens mais longas, onde as malas ficam mais cheias e as peças sujas e limpas podem se confundir.

5 dicas para bagagem de mão

22. Uma muda de roupas

Se você está viajando com uma criança pequena, não se esqueça de manter uma muda de roupas na bagagem de mão. Os mais novos podem passar por alguns imprevistos no percurso, como vazamento da fralda ou algum acidente com sucos e comidas, que poderão sujar as roupas.

23. Lanches rápidos

Tanto para crianças menores quanto para os mais velhos, ter lanchinhos rápidos pode ser fundamental. Opte por frutas, biscoitinhos e água, e mantenha esses itens na bagagem de mão para oferecê-los às crianças sempre que necessário.

24. Brinquedos ou itens de diversão

Como dito anteriormente, os brinquedos ou itens que ajudarão no entretenimento das crianças durante o percurso são necessários. 

Por isso, tenha sempre algumas opções na bagagem de mão. Isso ajudará a criança a se distrair, tornando a viagem mais tranquila e divertida.

25. Fraldas e itens de higiene pessoal

Principalmente para crianças menores, é fundamental manter fraldas e itens de higiene pessoal na bagagem de mão.

Tanto para percursos curtos quanto para longas distâncias, pode ser necessário trocar de fralda. 

Para ocupar menos espaço, pode ser interessante separar alguns desses itens em embalagens menores, cabendo assim na pequena malinha de mão que acompanhará a família dentro da aeronave.

26. Documentos

Por último, mas não menos importante, não se esqueça de deixar os documentos das crianças com fácil acesso, pois eles serão necessários para embarque.

27. Itens de higiene e prevenção à COVID-19

Como dito anteriormente, as viagens feitas no período da pandemia precisam de atenção e cuidado redobrado.

Na bagagem de mão, é fundamental ter álcool em gel e máscara extra de proteção.

O álcool em gel deve ser transportado em embalagem transparente, com volume máximo de 500ml em voos nacionais e 100ml em voos internacionais. É permitido apenas uma embalagem por passageiro.

A máscara de proteção deve ser utilizada durante todo o percurso. A recomendação é de carregar sempre máscaras extras para trocar quando for necessário.

Viajar com crianças pode ser mais simples do que parece. O primeiro passo para ter um passeio divertido e mais tranquilo é, sem dúvidas, se organizar e planejar cada detalhe da viagem considerando as necessidades e particularidades das crianças.

É importante se lembrar também que, mesmo com muita organização e planejamento, algumas coisas poderão sair diferente do esperado, e está tudo bem. É necessário se lembrar de que as crianças menores, muitas vezes, se incomodam e podem ser irritar com essas mudanças na rotina, e é preciso ter paciência para adequar a realidade e oferecer a elas maior conforto e tranquilidade nos passeios.

Com isso em mente, é possível curtir bastante e aproveitar os mais diversos destinos.

Quer uma dica para escolher o próximo passeio? Confira o artigo 7 destinos divertidos para viajar com crianças no Brasil.

Postado em: fevereiro 25, 2021

Achou útil? Compartilhe com outras pessoas
Comentários:
WhatsApp chat