Saiba mais sobre voo atrasado, cancelado, perda de conexão ou overbooking

Viajar com milhas: Guia completo para economizar e aproveitar mais!

Viajar com milhas: Guia completo para economizar e aproveitar mais!

Tradicionalmente, para acumular pontos e viajar com milhas o consumidor costuma acreditar que é necessário gastar fortunas em cartão de crédito ou investir nos pontos gerados pelas próprias viagens.

 Mas essa é uma visão muito limitada sobre o acúmulo dos pontos. 

Existem outras maneiras para acumular as milhas e o que você precisa fazer é apenas organizar o seu padrão de consumo e se lembrar de pedir para pontuar. 

Para isso, criamos um guia completo para te ajudar a economizar ainda mais nas viagens e aproveitar todas as vantagens dos programas de milhas.

No artigo de hoje vamos explicar:

O que são milhas?

O que são milhas?

As milhas são pontos acumulados dentro de programas de milhagem de companhias aéreas.

Os programas de milhagem são programas de fidelização de consumidores que oferecem vantagens e condições especiais para os clientes mais ativos, como descontos, embarque antecipado e outros detalhes.

No caso dos pontos de fidelidade, o processo é um pouco diferente: eles não são programas da própria companhia aérea, são provenientes do seu cartão de crédito.

A vantagem é que você pode trocar os pontos de fidelidade por milhas, aumentando ainda mais os descontos e vantagens nas suas próximas viagens.

Como as milhas funcionam?

Como as milhas funcionam?

Os programas de milhas, como explicamos anteriormente, são estratégias criadas pelas companhias aéreas para fidelizar os clientes e reduzir as chances de eles viajarem através das companhias concorrentes.

Dessa forma, quanto mais créditos você acumula em uma mesma companhia aérea, maiores serão seus descontos ou vantagens em passagens, estabelecimentos ou lojas parceiras daquele programa.

No entanto, para usar o programa de milhas, é preciso que você acesse o site da companhia aérea de seu interesse e realize o seu cadastro, preenchendo um formulário que, ao fim, gerará um número de fidelização.

Com esse número de fidelização, você poderá utilizá-lo nas suas próximas compras de passagens e produtos em lojas parceiras, permitindo que os pontos por essas transações sejam computados.

Uma vez que esses números são computados, você está gerando pontos.

Para consultar sua pontuação, você precisa acessar o site da empresa e verificar quantos pontos você tem e qual a validade, permitindo que você se organize para programar sua próxima viagem.

Como acumular milhas para viajar?

Como acumular milhas para viajar?

Primeiro, você deve investir nas diversas maneiras de acumular seus pontos em programas de fidelidade. 

Depois, saiba gerenciar o uso de suas milhas, conhecendo os melhores momentos para transferir ou comprar pontos, emitir as passagens etc.

Cadastre-se nos programas de fidelidade das empresas aéreas e acumule milhas ao viajar

Cada empresa aérea possui um programa de milhagem ou programa de fidelidade que possibilita o acúmulo de milhas ao viajar utilizando seus serviços. São eles:

Para pontuar nestes programas, basta que tenha o cadastro e informe o seu CPF ou número do cartão fidelidade no momento da compra de passagens online ou no momento do check in.

É importante que você não se esqueça dessa ação: se você não informar que deseja pontuar no programa de fidelidade em algum destes momentos, saiba que computar os pontos após a viagem poderá ser bastante burocrático.

DICA: não deixe de inscrever também as crianças nestes programas de milhagem, pois as milhas acumuladas ao viajar são individuais, garantidas a cada CPF ou número do cartão de fidelidade. 

Assim, elas acumulam as próprias milhas para a emissão de passagens, que poderão até mesmo ter um desconto em comparação com os valores gastos por um adulto.

Além disso, cada programa de fidelidade conta com empresas aéreas parceiras que também ajudam a acumular milhas naquele programa específico quando usadas. 

Você pode se informar sobre as parcerias no site de cada um dos programas. 

Como exemplo:

  • Parceiros LATAM Pass: American Airlines, Qatar, Iberia, British Airways;
  • Parceiros Smiles: Copa Airlines, Delta, KLM, Aerolíneas Argentinas, TAP, Air France, Air Canada;
  • Parceiros TudoAzul: United, Copa Airlines, TAP;
  • Parceiros Amigo: TAP, United, Air Canada, Swiss, Lufthansa.

ESTRATÉGIA: é interessante que você seja fiel a um (no máximo dois) dos programas de milhagem. 

Para uma pessoa comum, é mais fácil ter muitas milhas em um deles do que poucas milhas em todos. 

Mas se o seu padrão de consumo for alto e você tiver pontos suficientes para somar muitas milhas em vários programas de fidelidade, sinta-se à vontade para se cadastrar em quantos achar necessário.

Consuma produtos e serviços de empresas parceiras e acumule pontos para transformar em milhas

Além de fazer alianças com companhias aéreas, cada programa também tem parcerias com outras empresas que atuam no mercado de consumo, sejam lojas online ou físicas. 

Em resumo, é possível acumular milhas ao comprar um produto ou contratar um serviço com estes parceiros.

E lembre-se de informar no momento da compra que deseja pontuar no programa de milhagem, fornecendo seu CPF.

Esses pontos podem ser computados diretamente no programa de milhagem quando a loja assim informa, como “essa compra equivale a 1.000 pontos LATAM Pass” ou podem ficar guardados em outros programas de fidelidade.

Parece complexo? Então vamos descomplicar.

Além dos programas LATAM Pass, Smiles, TudoAzul e Amigo, existem outros programas de fidelidade nos quais acumulamos pontos e mais tarde podemos transferir esses pontos para o programa de milhagem que desejamos. Esses são os chamados Clubes de Vantagens. 

Esses clubes incluem estabelecimentos físicos ou online, sejam supermercados, lojas de eletrônicos e eletrodomésticos, postos de gasolina, hotéis, Airbnb, locadoras de veículos etc.

Lembrando que os próprios LATAM Pass, Smiles, TudoAzul e Amigo também possuem seu Clubes de Vantagens.

Veja o caso o caso dos postos de gasolina, que possuem os seguintes Clubes de Vantagens:

  • Postos Shell: têm o programa App Shell Box, fidelizado com o Smiles;
  • Postos Petrobras (BR): têm o programa Premmia, fidelizado com o TudoAzul;
  • Postos Ipiranga: têm o programa Km de Vantagens, fidelizado com o LATAM Pass;

E a Dotz, o Netpoints, o Le Club Accor (no ramo de hotéis), a Livelo entre outros? 

São todos Clubes de Vantagens que em troca da fidelidade do consumidor ao consumir produtos e serviços de seus parceiros oferece pontos para serem convertidos em milhas.

A grande sacada!

A grande sacada!

Há uma forma de conseguir ainda mais pontos ao comprar produtos via internet: acessando a loja virtual desejada pelo hotsite da parceria (e somente por esse link disponibilizado por eles). 

Esse site funciona como uma ponte entre consumidor e parceiro, acionando o benefício do acúmulo de pontos para viajar com milhas.

Por sua vez, o site de compras do programa de milhagem oferece promoções para compras realizadas nas lojas parceiras via sua plataforma, sendo possível ganhar até 3x mais pontos que em uma compra feita pelo site da loja virtual simplesmente. 

Como exemplos, temos os principais:

Como fazer: acessar, por exemplo, o site Comprei Pontuei, buscar pelo produto que deseja, informar os seus dados cadastrados no programa de fidelidade para que os pontos sejam computados e efetuar a compra normalmente.

Obs: você perceberá que o site informará a loja parceira que está vendendo aquele produto para você por aquela plataforma.

O que fazer com os pontos acumulados nos programas de fidelidade diferentes do programa de milhagem?

Você precisa transferi-los para lá. É possível fazer essa transferência:

  • quando você quiser e precisar usar seus pontos para emitir alguma passagem aérea, lembrando que alguns Clubes de Vantagens exigem que se acumule um valor mínimo de pontos para poder transferir;
  • quando seus pontos estiverem próximos de expirar no programa de fidelidade, evitando a perda deles, que terão a validade renovada dentro do programa de milhagem escolhido;
  • estrategicamente, durante períodos de promoções de transferência de pontos, para ganhar 30, 50 e até 100% mais milhas.

Ser assinante dos programas de fidelidade ou dos clubes de vantagens

Por um valor mensal pago pelo consumidor, os programas de fidelidade ou clubes de vantagens oferecem uma quantidade fixa de pontos ou milhas por mês. 

O valor pago pela milha é inferior àquele pago por quem não é assinante. Logo, viajante receberá mais milhas por um valor menor ao normalmente praticado no mercado.

Além disso, é possível receber ofertas especiais para assinantes, como promoções em passagens aéreas (emitidas com milhas, claro), para ganhar mais pontos (como o indique e ganhe), para transferência de pontos etc.

A vantagem está realmente no valor pago pela milha. Há alguns momentos em que é interessante comprar milhas para completar o seu saldo. 

Neste caso, ao assinar o programa de pontos e ainda ficar atento às promoções, o valor pago pela milha poderá ser bastante inferior àquele pago pelo viajante comum.

Organize seus gastos e use sempre o cartão de crédito

Se o seu cartão de crédito não está incluído em nenhum Clube de Vantagens e assim não oferece a conversão do valor gasto em pontos/milhas, entre em contato com a sua instituição financeira e providencie isso já.

Utilizando um cartão de crédito que ofereça esse serviço, pague com o cartão o máximo possível de despesas e acumule o máximo de pontos para que você possa viajar com milhas. 

Mas lembre-se de que é importante se organizar para não se perder em seu orçamento.

Abaixo estão alguns dos Clubes de Vantagens que possibilitam o acúmulo de pontos via cartão de crédito:

  • Livelo: programa de pontos vinculado ao banco Bradesco. Esse programa não está limitado aos pontos originados pelos cartões Bradesco, também oferecendo o acúmulo de pontos por consumir produtos e serviços de suas empresas parceiras;
  • Surpreenda MasterCard: programa de pontos para cartões com a bandeira MasterCard;
  • Ponto pra Você: programa de pontos do Banco do Brasil;
  • Santander Esfera: programa de pontos do banco Santander;

Além disso, muitos bancos oferecem a opção de pagar contas de consumo (água, luz, internet, telefone…) e boletos em geral por meio do cartão de crédito e isso pode ser mais uma forma de ganhar pontos. 

Mas antes, verifique se a tarifa cobrada por este serviço valerá a pena para o seu consumo mensal.

Estes pontos acumulados pelo gasto nos cartões de crédito nos Clubes de Vantagens também não vão direto para o programa de milhagem. Para que eles cheguem até lá, você precisa transferi-los.

Quais são os programas de milhas existentes?

Quais são os programas de milhas existentes?

Existem vários programas de milhas disponíveis. Praticamente todas as companhias aéreas do país possuem seus próprios programas de fidelização.

Para que você consiga escolher qual é o mais interessante para você, é preciso conhecer cada um deles.

Latam – Programa LATAM Pass

A Latam possui um dos maiores programas de fidelidade do país: o LATAM Pass.

O programa da companhia permite que você acumule pontos não apenas em compras de passagens aéreas da LATAM, como também de outras 27 companhias que fazem parte do Star Alliance, como Avianca, TAP, US Airways, EgyptAir, Air Canada, Air China e muito mais.

Por ser um programa tão grande, ele possui uma quantidade imensa de estabelecimentos e lojas parceiras que permitem o acúmulo de pontos, como farmácias, hotéis e postos de gasolina, por exemplo.

Uma vantagem de tantas empresas parceiras é que você conseguirá acumular pontos mesmo se não viajar com tanta frequência, o que facilitará o aumento das suas milhas.

Neste programa, existem cinco categorias diferentes:

  • Branca: a categoria branca é a inicial, para quem está começando a usar as milhas;
  • Azul: a categoria azul é primária e é disponível para pessoas que acumulam no mínimo 15.000 pontos anualmente;
  • Vermelha: essa é uma categoria intermediária, voltada para clientes que acumulam pelo menos 50.000 pontos todos os anos;
  • Vermelho Plus: essa categoria foi criada para clientes capazes de acumular 100.000 pontos anualmente;
  • Black: a categoria vip do programa, focada em clientes que acumulam pelo menos 150.000 pontos todos os anos.

Quais as vantagens?

Cada categoria possui seus benefícios, que podem variar entre:

  • pontos bônus;
  • aumento do peso permitido ao despachar as bagagens, sem pagamento de taxas extras pelo excesso;
  • check-in diferenciado
  • sala de embarque VIP

As pontuações do Programa LATAM Pass

Esse programa possui algumas pontuações específicas.

Por exemplo, na tarifa básica, o cliente que viaja de classe econômica ganha:

  •  1.000 pontos para trechos domésticos; 
  • 3.000 pontos para viagens à América Central; 
  • 5.000 pontos por viagens para a América do Norte; 
  • 6.000 pontos para viagens pela Europa.

Para trocar as passagens, existem algumas regras também:

  • para viagens pela América do Sul, são exigidos no mínimo 10.000 pontos;
  • para viagens pela América do Norte, são exigidos no mínimo 20.000 pontos.

GOL – Programa SMILES

O Programa SMILES, da Gol, também é muito conhecido e está conquistando cada vez mais adeptos.

Para esse programa, as milhas são acumuladas com compras de passagens aéreas na própria companhia, bilhetes da AirFrance, KLM, Qatar Airways, Delta Air Lines e outros estabelecimentos e lojas parceiras disponíveis no site do programa.

No Programa SMILES existem quatro categorias:

  • Smiles: categoria inicial, para clientes que acumulam até 10.000 milhas em um ano.
  • Prata: para clientes que acumulam mais que 10.000 milhas anuais. Permite até 33kg de bagagem sem excesso.
  • Ouro: essa categoria exige o acúmulo de 20.000 pontos anualmente, e permite o adicional de 20kg na bagagem despachada.
  • Diamante: exige que os clientes acumulem 35.000 milhas anualmente. Oferece assentos especiais nos voos, 20kg extra em bagagens, check-in diferenciado e sala de embarque VIP.

As pontuações do Programa SMILES

Esse programa possui algumas pontuações específicas.

Para entender como cada trecho funciona, é preciso utilizar um simulador no site do programa. Ese simulador irá te mostrar como calcular as milhas.

Vale a pena lembrar que as milhas possuem um prazo de validade de 36 meses a partir da data de computação.

Para trocar as passagens, existem algumas regras também:

  • as milhas podem ser trocadas por passagens aéreas nacionais e para o Caribe através da companhia aérea Gol. Para os destinos internacionais, é possível usar as milhas nas companhias Delta Air Lines, AirFrance e KLM.
  • para viagens pela América do Sul ou dentro do Brasil, são exigidos no mínimo 10.000 pontos;
  • para viagens pela América Central e América do Norte, são exigidos no mínimo 25.000 pontos;
  • para viagens para a Europa, são necessários 35.000 pontos.

Avianca – Programa AMIGO

A Avianca criou seu próprio programa de fidelização, chamado Programa Amigo.

Nesse programa, os pontos são acumulados a cada bilhete emitido, e possuem um valor fixo de milhas independente da distância que será percorrida durante a viagem.

O que faz variar a pontuação é, na verdade, a categoria do programa à qual o cliente pertence. Sendo assim, quanto maior a categoria, mais cara a tarifa e mais pontos são acumulados.

No Programa Amigo existem três categorias: Amigo, Amigo Prata e Amigo Ouro.

As passagens ônibus podem ser adquiridas a partir do acúmulo de 10.000 pontos, e só poderão ser utilizadas em trechos internacionais.

Cada milha tem uma validade de dois anos, a partir da data de computação.

Quais as vantagens?

Uma das vantagens exclusivas do programa Amigo é a possibilidade de criar uma conta para toda a família.

Nessa conta, você consegue combinar os pontos de até quatro parentes de primeiro grau ao titular da conta, o que aumenta o acúmulo de pontos.

Azul – Programa TudoAzul

A Azul também criou seu programa de milhagens, chamado Programa TudoAzul.

O programa premia com 1.000 pontos os clientes que se cadastram pelo site, para estimular o seu uso. Além disso, o uso de funcionalidades como check-in online também dão pontos para os clientes.

O acúmulo de pontos para o Programa TudoAzul é diferenciado: cada real gasto com passagens aéreas da companhia Azul ou e produtos e serviços de lojas e estabelecimentos parceiros gera pontos para seus clientes.

Os pontos acumulados irão variar de acordo com a categoria em que o cliente está:

  • na categoria básica, TudoAzul, cada real gasto na companhia aérea ou em empresas parceiras gera dois pontos;
  • na categoria máxima, TudoAzul Safira, cada real gasto na companhia aérea ou em empresas parceiras pode ser convertido em quatro pontos, dependendo da tarifa.

Importante lembrar que as milhas possuem o prazo de validade de dois anos a partir da data de computação, e podem ser resgatadas a partir do acúmulo de 5.000 pontos.

Como usar as milhas de forma inteligente?

Como usar as milhas de forma inteligente?

Para começarmos, é preciso que você já esteja devidamente:

  • cadastrado em um (ou dois) dos programas de milhagem (LATAM Pass, Smiles, TudoAzul, Amigo) e até mesmo em seu respectivo Clube de Vantagens;
  • comprando e usando serviços dos parceiros correspondentes;
  • cadastrado em outros programas de fidelidade ou Clubes de Vantagens vinculados ao programa de milhagem de seu interesse e consumindo daqueles parceiros;
  • quitando ao máximo suas despesas com um cartão de crédito que ofereça pontuação para conversão em milhas,e por isso com uma fortuna em milhas nas mãos, você está apto a colocar em prática as 6 estratégias para valorizar cada milha em sua conta.

Agora é hora de aprender a usar as suas milhas de forma estratégica.

Vamos lá?!

Transfira seus pontos com responsabilidade

Ao pontuar nos programas de fidelidade que são vinculados ao programa de milhagem de sua preferência, seus pontos permanecem naquele programa, sendo necessário que você os transfira para que possa finalmente viajar com milhas.

Geralmente, o consumidor faz essa transferência:

  • quando quer e precisa usar seus pontos para emitir alguma passagem aérea, respeitando o valor mínimo de pontos acumulados exigidos pelos Clubes de Vantagem para poder transferir;
  • quando seus pontos estão próximos de expirar no programa de fidelidade para que se evite a perda deles, que terão a validade renovada dentro do programa de milhagem escolhido;
  • estrategicamente, durante períodos de promoções de transferência de pontos, para ganhar 30, 50 e até 100% mais milhas.

A validade dos pontos acumulados costuma variar de programa para programa, sendo necessário consultar as regras daquele em que você está cadastrado, mas sendo um padrão o vencimento em 2 anos. 

Assim, os pontos acumulados em agosto de 2016 poderão estar para vencer em agosto de 2018, e assim mês a mês.

Caso você não tenha utilizado esses pontos e não queira perdê-los, é necessário que os transfira para o seu programa de milhagem. 

Lá eles receberão uma nova data de vencimento (a data da transferência), passando a valer por mais alguns anos.

Mas não é necessário que se espere aproximar a data de validade dos pontos para fazer a transferência. 

Os programas de milhagem costumam fazer promoções em datas específicas para que o viajante receba de 30 a 100% mais milhas que a quantidade que irá transferir. 

Por isso, fique atento a essas promoções, especialmente aquela que irá ocorrer no mês do seu aniversário.

Lembrando que os assinantes dos Clubes de Vantagens (aqueles que pagam mensalidades em troca de pontos ou milhas) recebem promoções com condições ainda mais vantajosas.

Ao consumir produtos e serviços, receba pontos duplos

Essa estratégia é simples e efetiva: além de comprar produtos das empresas parceiras de seu programa de fidelidade, garantindo a pontuação no programa por escolher aquele estabelecimento (físico ou online), não se esqueça de escolher o cartão de crédito como opção de pagamento, dessa forma pontuando duplamente.

Faça os cálculos ao escolher comprar milhas

Há casos em que você está quase completando o valor necessário para viajar com milhas, porém não há tempo para acumulá-las pelos programas de fidelidade. 

Neste caso, as suas opções são pagar integralmente pelas passagens ou completar o restante do saldo comprando as milhas.

Lembre-se de conferir se o valor a ser pago por estas milhas não está alto demais. 

Normalmente, o valor pago pelo consumidor por cada milha é de R$0,07. 

Se ao dividir o valor cobrado pela quantidade de milhas o resultado for maior que 0,07, prefira pagar pelo bilhete, acumulando novos pontos para usar em oportunidade melhor.

Emita passagens aéreas com antecedência para economizar milhas

Emita passagens aéreas com antecedência para economizar milhas

Seguindo a mesma linha da compra de passagens aéreas de última hora, ao viajar com milhas não é diferente: assume-se o risco de gastar muitas milhas e de não haver mais disponibilidade no voo. 

Por isso, é indicado que se emita as passagens com uma antecedência razoável.

O tempo indicado para emitir as passagens é com antecedência de 40 a 25 dias para voos nacionais e 60 a 30 dias antes para voos internacionais. 

Em alta temporada (férias escolares, datas festivas e feriados nacionais), considere o dobro desse prazo.

Mas fique atento à possibilidade de haver promoções pelo caminho. 

Não se prenda a estes prazos se encontrar alguma promoção para a emissão das passagens. 

Adiante ensinaremos a avaliar se uma promoção é realmente vantajosa.

Simule conexões separadas para voos não encontrados, milhas insuficientes ou para opções desvantajosas

Você deseja ir de uma cidade para outra, mas não encontrou passagens com o percurso desejado. 

Nesta situação, considere voar primeiro para um destino e depois desta localidade para o destino pretendido. 

Além de alcançar o seu objetivo, saiba que as milhas são acumuladas por trecho percorrido. 

Por isso, é conveniente que se compre passagens aéreas com voos de conexão até mesmo em rotas encontradas, acumulando mais milhas do que na compra de passagens para voos diretos.

Esse mesmo método pode ser usado caso você só possua milhas para percorrer um dos trechos, precisando pagar em moeda pelo outro trecho.

Caso você encontre um voo entre as cidades de partida e de desembarque e perceba que custará caro em milhas, veja se comprar voos de conexão separados é uma opção mais em conta. 

Por isso, é importante consultar o histórico do valor em milhas do trecho que se pretende voar, percebendo se o valor ofertado no momento de sua compra é justo ou não.

Saiba quando não vale a pena viajar com milhas

Mais uma vez, faça os cálculos. Seja em ofertas promocionais ou não, sempre compare o valor de resgate da passagem com milhas e seu valor em dinheiro. 

Pode ser mais vantajoso pagar pelo bilhete e acumular mais milhas que gastá-las em uma oferta ruim.

Como saber se vale ou não a pena?

Será que existe alguma situação em que o uso de milhas pode trazer desvantagens para 

  • pesquise qual o preço mais barato a ser pago para as datas e destino escolhido;
  • veja no programa de fidelidade o valor de resgate para se viajar com milhas;
  • divida o valor em reais encontrado pela quantidade de pontos necessários. Se o resultado for igual ou maior que 0,03, prefira pagar suas passagens em dinheiro; se for menor que 0,03, você estará fazendo um bom negócio.

Esse número (0,03) é aplicado em razão do valor de mercado da milha aérea. 

Para comprar milhas aéreas, o valor pago por cada milha é geralmente de R$0,07, como já dizemos antes. 

Mas em Clubes de Vantagens, nos quais se paga uma assinatura e recebe uma quantidade de milhas, a média do valor pago pelo consumidor por cada milha é de R$0,034.

Por isso, ao pretender vender suas milhas para empresas que as negociam (como funcionam as casas de câmbio para as moedas), é difícil encontrar empresas que aceitem pagar mais que R$0,03 por elas e isso justificar esse valor.

Mas é claro que independente dos cálculos, o fator mais importante de todos a ser considerado é: você quer ou precisa viajar e não tem o dinheiro para as passagens, mas tem as milhas? Aproveite-as!

E se houverem problemas com o voo?

E se houverem problemas com o voo?

Infelizmente, não é raro encontrarmos passageiros que tiveram problemas com seus voos. 

Em vários casos, é possível recorrer e até criar um caso na justiça por danos morais, onde os passageiros lesados recebem indenizações.

No caso de passagens compradas com milhas, a lei continua valendo.

Se o seu voo for atrasado, cancelado ou você tiver algum problema com overbooking, por exemplo, é possível se precaver e buscar pelos seus direitos.

A QuickBrasil auxilia passageiros que se encontram nessa situação.

Veja como podemos ajudar:

Quais são os próximos passos?

Quais são os próximos passos?

Agora que você já sabe o que são milhas, como elas funcionam, como viajar com milhas e quais são os programas existentes, é hora de escolher a alternativa mais interessante para você.

Vale a pena sempre conferir, no site do programa de milhagens, quais são os estabelecimentos parceiros, aumentando assim o seu acúmulo de pontos e conquistando cada vez mais milhas no seu dia a dia.

Feito isso, é hora de passar para o próximo passo: planejar uma viagem incrível para curtir bastante com a família.

Para isso, confira nosso artigo: 7 destinos divertidos para viajar com crianças no Brasil.

Postado em: agosto 22, 2018

Achou útil? Compartilhe com outras pessoas
Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat